TROCA E DEVOLUÇÃO

Essa parte de troca e devolução é sempre vista como o patinho feio pois é freqüente no cotidiano do brasileiro casos em que o cliente tem razão mas a empresa se nega a trocar o produto. Fique tranqüilo que isso não ocorrerá conosco. Queremos ver você sempre por aqui e, sabemos que seu retorno depende muito da forma em que determinadas situações serão conduzidas. Além disso, já foi constatado que um cliente insatisfeito tem o poder de influenciar mais pessoas a não comprarem daquela empresa, que clientes satisfeitos têm o poder de influenciar pessoas a comprarem.

Assim, é de nosso maior interesse manter um ótimo relacionamento com você, mas, claro, desde que haja honestidade também da sua parte.

Nós cumprimos estritamente os termos do Código de Defesa do Consumidor, então, seguem abaixo as hipóteses de troca e devolução previstas nesta lei.

DIREITO DE RECUSA

Chama-se Direito de Recusa a opção que você faz de recusar a mercadoria no ato da entrega. Isso pode ocorrer por vários motivos: embalagem violada, produto em desconformidade com o que foi pedido, produto sem nota fiscal, produto faltando peças ou com danos aparentes.

Nestes casos, você deve recusar de imediato o produto e entrar em contato conosco para informar o ocorrido.

Mas, atenção! Se essa recusa não for feita no ato da entrega, a devolução da mercadoria não se enquadrará mais como Direito de Recusa, mas sim, como Direito de Arrependimento e, portanto, seguirá as regras abaixo.

DIREITO DE ARREPENDIMENTO

Chama-se Direito de Arrependimento a opção que o cliente tem de desistir da compra até 7 dias corridos da data em que recebeu o produto no seu endereço.

Essa hipótese é dada sempre que a compra ocorrer fora da loja física.

Se este for o seu caso, você deve comunicar sua decisão a nós enviando um email para adm@avextrax.com.br, dentro do prazo de 7 dias corridos. Estando o produto em prefeitas condições de ser novamente vendido, nós providenciaremos a retirada no local em que foi entregue e, posteriormente, devolveremos o valor pago por você.

Essa devolução será feita pela mesma forma em que foi pago o produto, ou seja, para pagamentos em cartão de débito, boleto, depósito ou transferência, a devolução será imediata na conta que o cliente indicar, desde que de sua titularidade (não serão aceitas contas de terceiros). Já para pagamentos em cartão de crédito, o valor será estornado na própria fatura. Neste caso, nós informaremos de imediato o estorno à administradora do cartão, mas cada uma tem seu tempo e modo para realizar esse procedimento, então, pode demorar um pouco mais a depender da política de cada cartão, sendo certo que nós não temos qualquer influência sobre isto.

Muito importante mencionar que da mesma forma que você tem direitos resguardados, nós também temos, então, por lei, só aceitaremos a devolução de produtos que estejam na forma em que foram entregues, ou seja, na sua embalagem original, com a nota fiscal e todos os componentes sem qualquer dano e, desde que, não tenham sido usados, ou seja, desde que estejam em perfeitas condições para que sejam novamente vendidos. Caso haja violação a qualquer dessas regras, o produto será recusado e devolvido a você sem direito a restituição dos valores pagos.

O bom mesmo, para evitar dor de cabeça, é sempre prestar atenção nas seguintes informações que constam na página de cada produto:

a) voltagem (sua região é 110v ou 220v?)

b) cor (você escolheu a cor certa? Lembre-se que a imagem do site foi produzida por foto, então, pode estar um pouco diferente da realidade)

c) tamanho do produto (cabe no seu ambiente?)

d) descrição do produto

e) ficha técnica do produto

DEFEITO

No caso de produtos com defeito nós também seguimos estritamente o que diz o artigo 26 do Código de Defesa do Consumidor e garantimos o prazo de 90 dias do recebimento do produto para que você acuse algum defeito aparente. O contato deve ser feito através do email adm@avextrax.com.br acompanhado por foto e uma descrição do ocorrido.

Verificado o defeito, a lei nos dá 30 dias para solucionar o ocorrido da forma que acharmos suficiente a reparação do dano. Não sendo dado um retorno nesses 30 dias, você passa a ter 3 opções para escolha, quais sejam, a substituição do produto (pelo o mesmo ou, na sua falta, por similar), a restituição do valor pago ou o abatimento proporcional do preço.

 Art. 18. § 1° Não sendo o vício sanado no prazo máximo de trinta dias, pode o consumidor exigir, alternativamente e à sua escolha:

 I – a substituição do produto por outro da mesma espécie, em perfeitas condições de uso;

 II – a restituição imediata da quantia paga, monetariamente atualizada, sem prejuízo de eventuais perdas e danos;

 III – o abatimento proporcional do preço.

2° Poderão as partes convencionar a redução ou ampliação do prazo previsto no parágrafo anterior, não podendo ser inferior a sete nem superior a cento e oitenta dias. Nos contratos de adesão, a cláusula de prazo deverá ser convencionada em separado, por meio de manifestação expressa do consumidor.

3° O consumidor poderá fazer uso imediato das alternativas do § 1° deste artigo sempre que, em razão da extensão do vício, a substituição das partes viciadas puder comprometer a qualidade ou características do produto, diminuir-lhe o valor ou se tratar de produto essencial.

4° Tendo o consumidor optado pela alternativa do inciso I do § 1° deste artigo, e não sendo possível a substituição do bem, poderá haver substituição por outro de espécie, marca ou modelo diversos, mediante complementação ou restituição de eventual diferença de preço, sem prejuízo do disposto nos incisos II e III do § 1° deste artigo.

Importante falar mais uma vez da necessidade do produto com defeito ser devolvido em sua embalagem original, acompanhado dos manuais e acessórios e da 1ª via da nota fiscal. Sem isso nós não estamos obrigados a aceitar a devolução, pois também precisamos exercer nosso direito de devolver a mercadoria ao nosso fabricante.

Além disso, se o defeito tiver ocorrido por mau uso por parte do cliente ou se a reclamação for efetuada fora dos prazos estabelecidos nesta política, nós também não estamos obrigados a aceitar a devolução.

X