O tom certo da lâmpada

O tom certo da lâmpada

O tom certo da lâmpada

Não só porque falar em lâmpadas tem tudo a ver com luminárias, mas também decidimos trazer como primeiro assunto do nosso blog a tonalidade ideal da lâmpada por entendermos que este é um detalhe muitas vezes esquecido na hora que decoramos um ambiente, mas que faz toda a diferença.

Muitas vezes nos deparamos com decorações divinas que, olhadas friamente, têm os mesmos móveis de uma decoração comum, mas, a primeira parece muito mais atraente. A que se deve isso? Além, é claro, da disposição dos objetos e da combinação certa das cores, esteja certo de que o tipo de luz utilizada neste ambiente contribuiu bastante para esse efeito positivo em você. Isso porquê os adornos e móveis ganham outra roupagem quando iluminados adequadamente.

Hoje em dia, com a quantidade de lâmpadas disponíveis no mercado acabamos buscando aquelas mais econômicas e que iluminem mais, porém, nem sempre o efeito será o desejado. Por isso, estamos aqui para auxiliá-lo nessa escolha, sem largar mão da economia, claro!

O primeiro ponto que devemos pensar é no tipo de ambiente que pretendemos iluminar. É uma sala de estar? É um quarto? É uma cozinha? A delimitação do local é de suma importância. Feito isso, passamos ao segundo ponto.

O segundo ponto diz respeito à metragem do local. Somente de posse desse dado será possível acertarmos com precisão a iluminação do seu ambiente. Este ponto nos parece meio óbvio pois se o ambiente é pequeno, não ficará agradável aos olhos uma luz muito forte, e se o ambiente for muito grande, o contrário é verdadeiro, não ficará muito bacana uma iluminação fraca.

Nesse sentido, o que sugerimos é que para salas e quartos use-se a potência de 20w por m²; para cozinhas e banheiros use-se 25w por m²; para garagens e hall use-se 5w por m² e, para escritórios e consultórios use-se a potência de 30w por m².

O terceiro ponto que devemos observar diz respeito ao tipo de luz que você deseja para o seu ambiente. Lâmpadas de LED, incandescentes ou fluorescentes emitem grades de cor diferentes que, por isso, podem causar variados efeitos em um mesmo ambiente.  Uma luz muito clara no quarto, por exemplo, pode causar insônias, enquanto uma luz muito amarela no escritório, pode causar sonolência e acabar afetando a sua produtividade.

Quanto mais frio for o tom da sua lâmpada, mais luminosidade ela trará ao seu ambiente, de modo que este tipo de lâmpada se faz ideal em locais em que desempenhamos tarefas que exigem maior concentração, como o escritório e a cozinha, ou mesmo a garagem. É o caso das lâmpadas fluorescentes.

Já a lâmpada amarela traz uma sensação de conforto aos olhos e, por isso, é a mais indicada para locais que usamos para relaxar, como o quarto e a sala de estar. Inclusive, essa é a lâmpada mais indicada para vitrines pois traz uma sensação de aconchego ao cliente. Lâmpadas incandescentes desempenham bem esse papel.

Quanto à lâmpada de LED, atual queridinha dos brasileiros, além de emitir o tom frio e o quente, também é encontrada em tom neutro, então, pode ser usada em ambos os ambientes, a depender apenas do gosto do freguês. Aliás, a principal vantagem desse tipo de lâmpada está nesse quesito. Por ser neutra, a luz emitida por ela não interfere nos objetos do ambiente, deixando-os exatamente como são. Em um restaurante, por exemplo, essa luz é a mais indicada pois não alterará a cor dos alimentos, o ideal é usar pendentes sobre as bancadas para que a luz esteja bem focada.

Inclusive, para acertar em cheio na escolha da sua lâmpada, é necessário também analisar o Índice de Reprodução de Cor (IRC). Quanto mais perto de 100, mais fiel à realidade será a cor dos objetos exposto à luz. Mas, cuidado! Lâmpadas incandescentes tem IRC de 100 mas não reproduzem muito bem as cores frias, enquanto as fluorescentes reproduzem. Nesse aspecto, a melhor é a lâmpada halógena que tem IRC de 100 e reproduz bem tanto cores frias como quentes. Sua desvantagem está apenas no calor que emite. Se seu ambiente tem teto baixo ou é pouco ventilado, evite a lâmpada halógena.

O último ponto que devemos observar diz respeito ao tipo de direcionamento que se pretende dar à luz naquele ambiente, se difusa ou dirigida. A iluminação difusa é aquela que abrange todo o ambiente e pode ser facilmente proporcionada por lustres e plafons, enquanto a dirigida é como a palavra diz, focada em um local ou objeto.

No quarto, por exemplo, é recomendado que se tenha esses dois tipos de iluminação, uma para todo o ambiente, e uma focada em determinados pontos como, a cabeceira da cama, nesse caso, uma luminária articulada ou de parede faz o papel ideal. Para os casais, inclusive, essa é uma dica incrível: ter uma luminária de cabeceira faz com que você possa continuar a ler, por exemplo, sem atrapalhar o sono do seu companheiro.

A mesma dica vale para o escritório. Pode-se ter uma iluminação difusa, mas, sempre se faz necessário ter uma luminária de mesa ou piso para que a luz esteja focada na mesa de trabalho e lhe proporcione melhor rendimento na atividade a ser desenvolvida.

Sobre a mesa de jantar, a luz pode ser um meio termo entre o amarelo e o branco para dar ao mesmo tempo sensação de conforto e também uma boa visão do alimento e das pessoas que estão à mesa com você. A dica é instalar um pendente de 60 a 90 cm de distância do tampo da mesa, a gosto do freguês, optando por pendentes que direcionem a luz para cima quando o tampo da mesa for muito refletivo, ou seja, de vidro ou espelhado.

Para finalizar, vale mencionar que o banheiro também pede uma iluminação adequada. O ideal é usar uma luminária de vidro leitoso, com lâmpada fluorescente, para que a luz se espalhe de forma uniforme pelo ambiente, e também ter uma luminária de parede próxima ao espelho para dar maior visibilidade ao fazer a barba ou aplicar a maquiagem, lembrando que em ambientes úmidos, lâmpadas de mais de 15w em luminárias fechadas tendem a queimar com mais facilidade.

Bom, pessoal! Percebemos que o tom certo da lâmpada pode trazer resultados incríveis para o nosso ambiente, não é?! E, inclusive, com o poder de influenciar no nosso dia a dia, causando boas sensações na medida certa. Esperamos ter contribuído para a decoração do seu ambiente. Se quiser nos propor algum tema para falarmos, fique a vontade e nos deixe um recadinho na página “Contato”. Não deixe de acompanhar nosso trabalho aqui e nas redes sociais, ok?! E fique à vontade para interagir conosco e dar sua opinião. Até a próxima!

Li Rodrigues
Li Rodrigues
X